Serviços de demolição abrangem diversos projetos estruturais

Serviços de demolição abrangem diversos projetos estruturais

O desenvolvimento urbano é contínuo, abrangendo os mais diferentes locais, em todas as regiões do país. A construção de túneis, pontes e viadutos dentro dos municípios, para uma adequação logística, demanda desocupação e demolição das mais diversas obras estruturais.

Esse tipo de serviço é muito utilizado no setor da construção civil, e deve ser realizado com cautela, pois envolve diferentes situações. São casas, prédios, ruas e avenidas no entorno que precisam dar espaço ao moderno mundo que avança de maneira inevitável.

Para atender todas as normas de segurança implementadas por órgãos fiscalizadores e entidades de classe, os projetos devem englobar diversos profissionais. Desde a possibilidade de adaptação do local até a remoção e relocação de moradores.

Tudo deve ser discutido de maneira ampla e apresentar comprovação de que as melhorias que serão conquistadas valem o esforço do coletivo. Isso vale para estações de trem e metrô nas regiões metropolitanas, e estradas e rodovias que cortam o território nacional.

Encaminhamento de material para ponto de coleta

Muitas vezes, as estruturas que são removidas precisam ter todos os resíduos sólidos da construção civil encaminhados para um local adequado.

As empresas que trabalham com a reciclagem desse tipo de material possuem maquinários e técnicas avançadas que permitem o reaproveitamento dos mais diferentes resquícios de uma obra, entre eles:

  • Esquadrias de metal;
  • Madeira estrutural;
  • Concreto armado;
  • Blocos e tijolos.

A separação do material ocorre por meio de máquinas especiais, inclusive envolvendo tecnologia que emprega filtro magnético para separar os resíduos sólidos metálicos presentes nas alvenarias de vigas e colunas.

Os trabalhos que englobam a separação de material tem início a partir do momento em que são observadas as estruturas, entre as convencionais, metálicas, madeira, alvenaria, entre outras.

De acordo com a conservação de alguns elementos, eles podem ser separados e recuperados, como as telhas, portas e janelas.

No caso de uma demolição de alvenaria estrutural, a empresa responsável deve identificar qual a melhor técnica a ser empregada, incluindo a interferência provocada no entorno da obra. As movimentações podem provocar uma sobrecarga se não tiver um encaminhamento adequado.

Aliás, a equipe presente durante todo o tempo no canteiro de obras deve apresentar um plano de reforma junto aos órgãos competentes.

Dessa forma, as normas de segurança, sob todos os aspectos, tanto quanto a patrimonial quanto da mão de obra e de terceiros, compreende os requisitos para que a obra possa ser realizada.

Elementos essenciais para um trabalho eficiente

Ao contrário de uma construção por se fazer, em que os trabalhos tem início pela base de sustentação, quando se trata de uma demolição é preciso começar pelo topo.

A remoção da telha e das lajes, quando presentes, é primordial para garantir a segurança daqueles que vão realizar tarefas no piso inferior ou no térreo.

Para atender as normas regulamentadoras, os profissionais utilizam o ponto de ancoragem NR 35 para fixar equipamentos que ajudam nos trabalhos. As linhas de vida e cordas para acesso estão presentes em tarefas realizadas em grandes alturas, bem acima do solo.

Por se tratar de uma demolição, o ponto de ancoragem deve passar por uma inspeção inicial, com simulações e testes técnicos realizados previamente.

A partir do início dos trabalhos, todo o material removido pode ser encaminhado a um ponto específico por meio da corrente transportadora de arraste, garantindo agilidade no dia a dia da obra.

Esse tipo de equipamento é ideal para que a movimentação de carga seja realizada por meio da automação na construção civil, evitando o esforço contínuo da mão de obra dos trabalhadores com materiais de grande peso.

Reforma estrutural para adaptação de segurança

Muitas vezes, a demolição é pontual, atuando em áreas específicas de uma estrutura imobiliária, tendo como objetivo atender às solicitações e demandas relacionadas à renovação alvara bombeiros.

Dentro do desenvolvimento urbano, muitos imóveis que tinham como finalidade a moradia passaram por adaptações para receber empreendimentos comerciais, como lojas, restaurantes, lanchonetes e outros modelos de negócio.

Nesses casos, as estruturas recebem os documentos a partir da apresentação de todos os ajustes solicitados. Assim, todo o ciclo está fechado, levando o desenvolvimento para onde a sociedade precisa e está presente.

Os cuidados implementados ao longo das obras servem como exemplo para outros empreendimentos imobiliários que ainda não passaram por inspeção e não receberam a renovação AVCB e os equipamentos exigidos por lei, como hidrantes, mangueiras e extintores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *