A importância do AVCB

A importância do AVCB

Para iniciar as atividades em qualquer local, seja uma indústria ou uma empresa, é necessário possuir o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e também o CLCB (Certificado de Licença do Corpo de Bombeiros).

Esses documentos são necessários não só para manter a legalidade do local, mas para garantir que o ambiente estará pronto para receber as atividades e garantir a segurança das pessoas que irão circular no ambiente. por isso, iremos entender durante este artigo a importância desses laudos.

Mas, antes de entender sobre os laudos é preciso verificar as principais instalações de uma construção e a atenção necessária em sua implantação para garantir a segurança adequada para o local, além de prevenir acidentes e adequar às normas e facilitar a conquista da liberação de funcionamento – no caso de prédios comerciais e industriais.

Parte elétrica

Todo o material eletrico que será usado precisa ser de total qualidade. Eles devem ser instalados de forma correta, seguindo as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), órgão que regula a forma com que certos materiais e estruturas devem ser aplicados.

A estrutura elétrica deve contar com vários tipos de equipamentos de segurança, tendo como os principais:

  • Para-raios;

  • Protetores de surto;

  • Estabilizadores;

  • Transformadores de energia.

A utilização desses produtos irá agregar muita segurança. Por exemplo os transformadores, eles têm a função de receber a tensão externa, que normalmente é muito alta, e transformar a tensão para duas formas viáveis dentro da estrutura, sendo elas em 110V e 220V.

O para-raios é outro equipamento muito necessário, afinal os raios podem causar a perda de muitos equipamentos por surtos de energia.

Esse dispositivo tem a função de “pegar” a descarga elétrica do raio em uma parte elevada da edificação e realizar a descarga abaixo da terra por meio de um sistema de aterramento. Todo esse procedimento garante segurança para todos os equipamentos elétricos no meio e para as pessoas no local.

Contar com esses produtos de segurança, além de proteger o patrimônio contra falhas elétricas, garante que não exista problemas maiores como a sobrecarga em algum ponto e um possível início de incêndio.

Eletrodutos e passagem de tubulação

Esse é outro ponto que exige uma atenção maior. O uso do conduite para realizar a passagem de tubulações e fiações é a maneira mais segura de instalação.

Isso porque os conduítes garantem segurança e estabilidade para passar fios, pois funcionam como isolantes e protegem toda a estrutura em caso de falha de algum fio e um possível início de incêndio.

O condulete pvc é um outro equipamento que vale destacar, muito usado para as conexões de tubulações e conduítes, tem papel fundamental de facilitar a manutenção de certas áreas, podendo editar as conexões para melhorar o rendimento de toda a estrutura.

Vale ressaltar que para todo tipo de manutenção, obra ou reforma em qualquer parte elétrica é necessário o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) a fim de garantir a proteção da pessoa que irá realizar o procedimento.

Os EPIs são equipamentos simples, como botas, ferramentas e luvas que reduzem drasticamente a chance da pessoa sofrer algum dano grave. Por exemplo, as botas para parte elétrica que possuem o solado inteiriço em borracha para garantir que qualquer descarga elétrica não seja transferida para o solo trazendo risco para a pessoa.

AVCB

Esse auto serve para vistoriar todas as partes da construção e constatar que se encaixam nos padrões da ABNT e garantem a segurança tanto da estrutura quanto dos colaboradores e transeuntes.

O AVCB é, basicamente, um conjunto de normas estruturais vistoriado pelo Corpo de Bombeiros. Se faz obrigatório a emissão ou renovação de avcb nos casos em que a estrutura será interferida, como construções, reformas, mudanças na função e uso do local e na ampliação da área.

É preciso identificar sempre com o corpo de bombeiros se existe a obrigatoriedade de realizar a emissão desse auto, mas, mesmo que não seja obrigatório a fiscalização do corpo de bombeiros será útil para garantir a integridade da estrutura e dos colaboradores ali presentes.

O auto tem a validade de 1 a 5 anos, dependendo do tempo que o corpo de bombeiros achar necessário uma outra verificação, sendo assim é preciso fazer a renovação avcb com frequência.

Assim como alguns pontos exigem atenção constante, como a validade de extintores de incêndio e no uso de produtos inflamáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *