Auxiliando uma obra em pequenos equipamentos

Auxiliando uma obra em pequenos equipamentos

Toda obra possui um canteiro, que é caracterizado como a área destinada a desenvolver operações de apoio, facilitando a execução de uma obra.

Esse é um local de trabalho temporário e que possui tanto áreas de vivência quanto áreas operacionais.

Os canteiros de obras possuem diversos materiais, entre eles, carrinho para transporte de carga.

O projeto e o planejamento do canteiro de obras devem ser feitos antes de começar a construção, pois esse espaço permite otimizar o trabalho, garantindo mais eficiência e segurança para a obra.

Ao definir o layout ou planta do canteiro de obras, é importante pensar na logística da obra como em quais locais serão instalados cada item de forma provisória, onde serão guardados os materiais e as ferramentas como a serra copo para ferro, como vai ser feita a movimentação de máquinas e dos operários, etc.

Isso tudo influencia diretamente na agilidade da obra, contribuindo para que o desempenho seja feito de forma mais rápida, reduzindo o tempo de deslocar materiais, pessoas e equipamentos. Dessa forma, a obra se torna muito mais funcional.

É comum encontrar carrinho de carga nos canteiros das obras, isso porque – como foi dito – a movimentação de materiais e cargas é realizada de forma constante.

Quando não há necessidade de transportar grandes e pesadas máquinas, como uma empilhadeira, o carrinho de carga supre o transporte de pequenas cargas.

O carrinho de carga e descarga, também conhecido como carrinho de transporte, é uma forma prática, segura e barata de transporte.

Apesar de parecer simples, o carrinho de carga consegue transportar cargas pesadas com facilidade, pois é composto por rodas que auxiliam no rolamento.

As rodas podem ser maciças, estampadas ou pneumáticas. O rolamento do interior das rodinhas consegue suportar peso sem que ocorra o travamento. Além disso, elas podem ter o rodizio schioppa.

Uma das vantagens do carrinho de transporte é que ele pode ser usado mesmo em corredores estreitos por conta de sua largura não ser tão grande.

O que não pode faltar em um canteiro de obras

Como já citado anteriormente, os canteiros de obras são, normalmente, divididos em duas áreas, sendo uma delas de vivência e a outra operacional.

A área de vivência é composta, normalmente, por:

  • Vestiários;
  • Instalações sanitários;
  • Refeitório;
  • Cozinha;
  • Área de lazer;
  • Ambulatório (em casos de obras que possuam acima de cinquenta operários).

Já a área operacional possui escritórios, portaria, depósitos, almoxarifado, entre outros. Em outras palavras, a área operacional aloja a parte administrativa da obra.

Além disso, os canteiros de obras podem ser classificados em três tipos, sendo eles amplo, restrito ou linear.

Os canteiros restritos são as construções que ocupam a maior parte ou todo o terreno da obra, não havendo muito espaço para que o canteiro de obras seja instalado. Esse tipo de canteiro é muito comum em áreas urbanas, em bairros do centro, no qual o custo dos terrenos é mais alto e por isso não há tanta disponibilidade de espaço.

Os canteiros amplos são aqueles que ficam em construções que ocupam apenas uma parcela do terreno. Nesses casos, a circulação de máquinas e veículos é viável, além de ter muito espaço para armazenar materiais e acomodar os trabalhadores.

Essa forma de canteiro é muito usada em construções industriais, além de conjuntos habitacionais e obras de grande porte.

Por fim, os canteiros de obras de tipo linear são restritos a apenas uma dimensão e têm poucas possibilidades de acesso. Normalmente, é o tipo de canteiro mais encontrado em obras de estradas de ferro, rodovias, redes de gás, entre outras.

O que é a serra copo

A serra copo é uma ferramenta muito usada na marcenaria, na colocação de azulejos e também na construção civil em geral.

Existem no mercado vários diâmetros de serra copo que devem ser escolhidos conforme a necessidade de uso, pois cada modelo possui especificidades técnicas que são indicadas para aplicações.

Dessa forma, é importante saber a finalidade do uso e em qual frequência ela vai ser utilizada para que o modelo mais adequado seja escolhido.

É importante levar alguns aspectos em consideração para poder avaliar a qualidade da serra.

Entre esses aspectos, estão: se a serra copo possui todos os dentes de vídea; se a serra copo não está queimada; e, se o modelo for diamantado, é necessário ver se os dentes possuem uma camada de diamante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *