Como escolher porcelanato para pisos?

Como escolher porcelanato para pisos?

Os pisos e revestimentos são muito importantes em uma construção, tendo o poder para valorizar ou desvalorizar um imóvel.

É um item que vai influenciar diretamente no dia a dia dos moradores, tanto na estética, pois o impacto visual é grande, quanto em aspectos mais práticos, como o conforto termoacústico e a limpeza.

Para fazer uma boa escolha de piso e revestimento, é preciso conhecer bem o que o mercado tem a oferecer. Por isso, este artigo reúne todas as informações necessárias sobre o porcelanato e como escolher o melhor tipo para a sua casa.

Características do porcelanato

O porcelanato é  um tipo de revestimento de piso cerâmico muito popular e valorizado, sendo feito com materiais nobres. A massa é composta por argila, feldspatos, areias feldspáticas e outros materiais, que podem ser aditivos.

Além dos materiais, o porcelanato se destaca por seu processo de fabricação, que o torna mais resistente.

Esse piso pode ser usado tanto na área interna quanto externa da casa. Dentre as suas vantagens, as principais são durabilidade e a facilidade de limpeza.

Você já se perguntou como limpar porcelanato eficientemente? Basta varrer e passar um pano úmido com um detergente neutro. A solução perfeita para quem não possui muito tempo disponível para dedicar à manutenção da casa.

Tipos de porcelanato

A maior parte das pessoas visualiza um piso claro, completamente liso e quase espelhado quando pensa em porcelanato. Mas, na verdade, existem diferentes tipos desse material.

Dentre esses tipos, é possível destacar:

  • Porcelanato polido;
  • Porcelanato natural;
  • Porcelanato esmaltado;
  • Porcelanato struturato;
  • Porcelanato acetinado;
  • Porcelanato slim.

O porcelanato polido é o mais popular e escolhido para a maioria dos projetos residenciais que optam por esse material. Trata-se de um porcelanato com brilho intenso e muito liso, voltado para áreas internas e secas.

O tipo natural, por sua vez, costuma ser mais utilizado em ambientes comerciais. É um piso com superfície em mate e isso é positivo para locais com fluxo de pessoas intenso, pois é resistente e não é escorregadio.

O porcelanato rústico é muito usado na área externa, sobretudo perto de piscinas. Isso porque é um porcelanato com mais textura, tornando-se antiderrapante e evitando acidentes na área de piscina.

Ele se diferencia do porcelanato técnico, que engloba toda a lista, por não possuir as características padrões na massa. Essas características são ganhadas com a camada de esmalte, dando-lhe o título de porcelanato esmaltado.

Vale lembrar, porém, que o porcelanato esmaltado pode possuir diferentes acabamentos, como o liso e o brilhante. Isso significa que também está presente na área interna de uma casa.

Quando há porcelanato rústico e esse e o acabamento esperado, porém, chama-se de porcelanato struturato.

Já o acetinado é para aqueles que não gostam tanto de brilho, um tipo de porcelanato que não tem a aparência espelhada típica. Em ambientes que pedem por mais aconchego, como quartos, é uma ótima opção.

Muitas pessoas não conhecem o Porcelanato slim, mas ele pode ser a solução perfeita para diversas construções, sobretudo quando se trata de reforma.

É um porcelanato ultra-fino, tendo metade da espessura do convencional. Isso resulta em mais leveza, fácil manuseio, mais versatilidade de formatos e usos e mais.

A principal vantagem, porém, é a possibilidade de instalar esse piso sobre outro antigo, sem a necessidade de quebrar o anterior. A reforma fica muito mais rápida.

Mesmo sendo um piso de estilo clássico, as novidades no mundo de porcelanato são constantes. Por exemplo, o Porcelanato cimento queimado é uma tendência na arquitetura e decoração.

É um porcelanato que reproduz a aparência do cimento queimado. Assim, é possível usufruir de todas as vantagens do porcelanato, como a facilidade de limpeza, resistência e durabilidade, utilizando a estética moderna, urbana.

O porcelanato imitando madeira, usado tanto na área interna quanto externa, é mais popular que o porcelanato imitando cimento queimado.

Nesse caso, o porcelanato é também uma forma de economia, sendo menos custoso que um piso de madeira nobre. Em áreas externas, é a opção perfeita de ter a estética da madeira sem se preocupar com manutenções constantes para que a madeira resista à umidade.

Em conclusão, o porcelanato é um piso que apresenta uma série de benefícios. A dica é escolher o tipo slim quando estiver fazendo uma reforma e sempre escolher os modelos mais espelhados e lisos para a área interna. O fato é que esse piso se encaixa em qualquer estilo decorativo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *