Saiba como é a sustentação de uma construção

Saiba como é a sustentação de uma construção

O ramo da construção civil é um dos maiores do mundo, juntamente com o industrial o automotivo e o de agronomia. Isso porque eles são os pilares de uma sociedade moderna e tecnológica que necessita de cada um para poder evoluir.

São esses segmentos que proporcionam os itens básicos para as necessidades humanas. Desse modo, pode-se afirmar que o de construção civil é um dos principais desses pilares, isso porque é ele que faz com que existam estradas, casas, prédios e todos os tipos de edificação em que moramos, trabalhamos e seguimos caminhos.

Um dos pontos mais fortes que essa ramificação possui é a sua estrutura, com todos os métodos e meios para que as edificações possam aguentar pesos e pressões, fazendo com que monumentos possam ser construídos.

É sobre toda essa estruturação que falaremos hoje, como é possível levantar casas e prédios e fazer com que eles se tornem fortes e resistentes para durar anos e, às vezes, até séculos, sem que se degradem de uma forma tão grande.

Estruturas

Um dos pontos mais importantes são as estruturas metalicas, aumentam tanto a produtividade quanto a velocidade de uma obra, reduzindo ela em média de até 40% do tempo total.

Independentemente do que for essa obra, ela necessitará de uma quantidade de aços e todos os elementos que podem ser desenvolvidos por esse material, assim como soldados, laminados, objetos formados a frio, tela para peneira, entre outros serviços que possuem o metal.

Algumas das vantagens dessas estruturas, que podem ser empregadas nos imóveis são:

  • Força;
  • Resistência;
  • Chegam prontas no canteiro;
  • São fáceis de lidar;
  • Montáveis e desmontáveis.

Além de tudo isso, ela consegue aguentar esforços de tração e cisalhamento, que fazem com que ela se torne forte. Vale destacar que sua montagem é rápida e acelerada, principalmente porque já chega praticamente pronta para ser trabalhada de forma versátil.

As construções feitas em aço possuem um outro ponto muito importante que é a sustentabilidade, pois esses materiais são recicláveis e podem ser reutilizados de diversas formas na indústria.

Além disso, seu gasto com água e madeira, que costuma ser alto quando ele não está no meio das construções, é diminuído, pois ela não necessita de todos esses materiais para se estruturar com facilidade e segurança.

Para usar todas essas estruturas, lembre-se que será necessário sempre fazer o calculo estrutural, que deve ser preciso, além de pensar em toda a logística para carregá-las até o local em que são utilizadas.

Seu custo é um pouco mais elevado, mas isso é abatido nas contas pelo fato da mão-de-obra ser bem menor do que se não fossem as estruturas. Além disso, a economia de tempo é uma grande aliada nesta escolha.

Colunas

Um dos momentos que elas mais são usadas, é o de construir uma coluna armada, ou seja, de ferro. Como sabemos, o barato muitas vezes acaba saindo caro, então investir em colunas como essas é uma saída para diversos problemas.

A partir dos cálculos, como falamos anteriormente, a base do local será segura. Já com os materiais adequados sua obra dificilmente terá rachaduras ou correrá algum risco de desabamentos – principalmente quando a combinação for o aço armado com o concreto.

A coluna de ferro é feita com aço vergalhão CA50 e CA60, especiais e fortificados para esses casos, formando uma força de sustentação que é permitida e exigida por normas regulamentadoras de órgão especializados em segurança em construções.

Treliça

Há outra opção de material que também é usado, principalmente para os momentos de construção de laje: a treliça.

Esse item é uma estrutura metálica que pode ser bidimensional ou tridimensional e absorve o peso, o impacto e o esforço de flexão das construções pré-moldadas.

Ela é quem garante toda a base de uma casa como forma de estruturar e, assim, evitar rompimentos, abalos ou qualquer adversidade provinda de ações naturais do tempo, que podem degradar o local.

A treliça aço é tem sua formação entrelaçada, formando triângulos para que todos seus pontos sejam interligados e resistentes. Isso permite a divisão igualitária de cargas, ao invés de uma sustentação de peso, como as vigas fazem.

Essas são algumas das estratégias mais importantes e mais usadas na construção civil para que a sustentação de uma construção seja feita de forma segura e efetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *