10 erros que as pessoas cometem ao limpar porcelanatos

10 erros que as pessoas cometem ao limpar porcelanatos

Ao longo dos anos, o porcelanato de que imita madeira tem ganhado renome na área da arquitetura. Além do piso, hoje ele forma paredes, fachadas, piscinas, áreas externas e bancadas, por exemplo. Os porcelanatos apresentam algumas opções, variando em textura e formato.

O porcelanato é um tipo de revestimento que pode ser utilizado em áreas internas ou externas, isso significa que ele é extremamente versátil.

Caracteriza-se por ter baixa absorção de água, uniformidade de coloração, preço acessível, alta resistência e abrasão química.

O porcelanato tem sido destaque na escolha de revestimento nos principais países produtores, como Brasil, China, Itália e Espanha.

Para áreas externas (como garagens, varandas e piscinas), são recomendadas versões de porcelanato mais ásperas; para áreas internas, o tipo mais comum é o polido.

De maneira similar ao que acontece com a colocação de cerâmica, a colocação de porcelanato, se bem instalada, deixa um acabamento perfeito, com cores uniformes, resistência a arranhões e rachaduras.

Quais os tipos de porcelanato?

Diversos modelos de porcelanatos estão disponíveis no mercado, e seu uso varia de acordo com o tipo de ambiente em que se pretende aplicá-lo. Os principais tipos são os; polidos, estruturados, naturais, acetinados, rústicos e antiderrapantes.

Todos eles são bem resistentes mas, a durabilidade do piso depende especialmente da forma como é higienizado diariamente.

Além de escolher o porcelanato mais propício para determinado ambiente, é necessário tomar algumas precauções, para que o produto mantenha sua qualidade e durabilidade.

O uso do porcelanato se tornou habitual para o revestimento de ambientes, especialmente por ser bonito e ter uma aparência limpa.

O porcelanato retificado polido se destaca por seu brilho elegante e acabamento moderno; este é indicado para áreas secas, como salas, quartos e corredores.

Com a alta disseminação do porcelanato, surgem dúvidas sobre como deve ser feita a manutenção e limpeza do mesmo.

Antes de fazer a limpeza, é importante saber que, de todos os tipos de porcelanato, o polido é o mais sensível; já os rústicos e os acetinados possuem uma camada de esmalte que os torna mais resistentes.

Conforto, estética adequada ao ambiente, durabilidade e resistência são alguns benefícios desfrutados por quem escolhe porcelanato para seu piso.

Saber limpá-lo, contudo, é fundamental para que tais atributos permaneçam válidos.

Os porcelanatos necessitam de limpeza especial, para que se mantenham bonitos e sem manchas. A limpeza de porcelanato é uma dúvida comum entre os consumidores, portanto algumas recomendações são imprescindíveis.

Os fabricantes em geral recomendam que se use apenas detergente neutro. A primeira faxina do piso, deve ser feita 15 dias após a aplicação do rejunte.

É crucial que esta etapa de limpeza pós-obra seja feita com cuidado, pois pode haver resquícios de materiais abrasivos, como poeira, cimento e grãos de areia.

Para limpar o porcelanato de forma eficiente, é importante utilizar uma solução de limpeza que contenha uma colher de sopa de detergente ou sabão neutro, varrer o piso com uma vassoura de cerdas macias para não arranhar o piso, passar um pano de chão molhado e secar o piso com um pano seco para que não surgir manchas.

O problema de realizar a limpeza do porcelanato apenas com detergente neutro diluído, é que ele não deixa um cheiro de limpeza.

Então, após fazer a limpeza adequada, pode-se usar um spray com a fragrância desejada, tomando cuidado para não aplicá-lo diretamente no piso e ocasionar marcas.

Hábitos para manter a elegância do espaço e como limpar porcelanato

Alguns hábitos são favoráveis para se manter a elegância do piso de porcelanato, dentre eles, é possível destacar:

  • Proteger os pés dos móveis com feltro, para evitar a formação de riscos nos pisos;
  • Limpar líquidos derramados (café, vinho, refrigerante, óleo, suco, etc.) imediatamente, para evitar o aparecimento de manchas;
  • Usar capachos (tapetes de fibras) nas entradas e saídas de casa, mantendo o ambiente sem sujeiras e riscos no chão;
  • Esfregar uma borracha ou uma bola de tênis nas manchas de marcas de calçados, no caso de arranhões provocados por eles.

E quais são os 10 erros que as pessoas cometem ao limpar porcelanatos?

  1. Usar sabão em pó;
  2. Aplicar produtos do tipo multiuso;
  3. Usar limpa-alumínios;
  4. Utilizar limpa-pedras;
  5. Realizar aplicação de vinagres;
  6. Aplicação de saponáceos no piso;
  7. Usar desinfetantes para limpeza;
  8. Aplicar soda cáustica;
  9. Usar amoníaco;
  10. Utilizar água sanitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *