Você sabe tudo sobre lixas?

Você sabe tudo sobre lixas?

Constantemente as lixas são utilizadas para polir, corrigir, uniformizar e nivelar superfícies novas em processo de repintura ou em restaurações. Saiba como saber diferenciar os tipos de lixas e suas aplicações. Elas possuem a função de eliminar imperfeições, dar brilho e facilitar a aderência entre as demãos, permitindo assim, um acabamento impecável.

É importante utilizar o modelo adequado

Seja para qualquer tipo de utilização é muito importante conseguir identificar o melhor tipo de lixa para a função ou trabalho que irá empreender.

Para melhor compreensão dessa ferramenta, listamos os tipos de lixas mais adequados, de acordo com cada trabalho a ser realizado:

1. Lixa d’água

Esse tipo de lixa deve ser utilizado molhado com água, querosene ou gasolina. Seu maior uso é para acabamentos finos, como gesso, resina e massa corrida.

Ela remove os restos das aplicações lixadas e vai eliminando as impurezas resultantes do processo. Após o uso, as lixas d’água devem ser lavadas e colocadas para secar, assim, você poderá utilizá-la mais vezes.

2. Lixa para massa

Você a encontra, na maioria das vezes, na cor vermelha. É muito utilizada para lixar parede e muito indicada para nivelar as superfícies de alvenaria, massas, gesso e pinturas em geral.

Além de extinguir as imperfeições e ajudar no preparo de paredes, para o recebimento de tintas, é muito utilizada para lixar rebocos e argamassas.

3. Lixa ferro

Essa lixa é muito usada em trabalhos mais pesados, como superfícies metálicas, para fazer acabamentos e nivelação.

Uma das suas partes é feita de tecido, porque apresenta uma resistência maior. Fundamental para retirar tintas, ela pode ser combinada ainda com máquinas de lixamentos e funilarias.

4. Lixa madeira

Utilizada exclusivamente em madeiras, essa lixa deve ser usada estritamente seca e em diferentes densidades, melhorando assim, o acabamento antes do recebimento da pintura.

É importante ressaltar que, a lixa deve ser utilizada sempre no sentido dos veios, para que não deixe arranhões na madeira.

Tipos diferentes de ferramentas para a mesma finalidade

A lima ferramenta também é muito utilizada em madeira, além disso, na metalurgia é usada com frequência, para remover pequenos pedaços de material de uma peça de trabalho.

As limas, hoje em dia, não são mais tão usadas para plainar as peças. Em vez disso, elas são frequentemente utilizadas para pequenos trabalhos, mais regularmente, para um melhor acabamento de uma peça, como o do processo de rebarbação.

Estas ferramentas são encontradas em uma grande variedade de tamanhos, formas e materiais para diferentes trabalhos.

Para quem procura alta produtividade, é melhor optar pela lima rotativa, além de ser econômica no processo de produção, elas são fabricadas com um aço especial.

Para isso, as limas rotativas utilizam dentes em metal duro, que possuem características adequadas de formato, quantidade de dentes, ângulo de entrada e ângulo de saída.

As limas rotativas são muito utilizadas em procedimentos manuais com materiais de diferentes densidades.

Além disso, também podem ser utilizadas para cordões de solda, abrir trincas e falhas para posteriormente ser soldado, além de realizar outras aplicações.

As variedades de tipo de lima, são necessárias para os diferentes tipos de uso, já que a aplicação pode variar bastante.

Como por exemplo, pequenos dispositivos mais estreitos que possuem dentes finos, são usados para trabalhos de acabamento mais precisos, enquanto que, as limas maiores, com dentes mais largos, são utilizadas para os trabalhos de acabamento maiores, como o revestimento de placas de metal ou as extremidades de um bloco de madeira.

Vantagens:

  • Segurança e maior conforto no uso;
  • Reduz o esforço exercido em cima do equipamento;
  • Permite que o trabalho seja livre de vibrações;
  • Maior produtividade;
  • Facilita a manutenção durante a vida útil da ferramenta.

Outra ferramenta muito utilizada para o polimento de produtos metálicos, e também para o desbaste de aço em empresas metalúrgicas, autopeças e fundições, é a roda de lixa.

Conhecida também pelo nome de polikontour, pode ser empregada na retirada de solda, limpeza de ferrugem e na correção de arestas de peças metálicas de variados formatos e tamanhos.

A roda de lixa é fabricada com óxido de alumínio, aplicado sobre diversas superfícies que formam, assim, uma sequência de lixas montadas e sobrepostas, com uma resina em uma rosca de metal.

Ela precisa de uma lixadeira elétrica para funcionar, e a velocidade ideal varia de acordo com a operação e o acabamento desejado.

Seus benefícios estão relacionados à surpreendente vida útil, bem como a segurança que assegura a quem precisa usar essa ferramenta constantemente.

É importante ressaltar que, para comprar uma roda de lixa para furadeira com tamanho adequado, é essencial que ela seja escolhida levando em conta o diâmetro da roda, a largura da lixa e o diâmetro da haste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *