Confira mais sobre os equipamentos de epi e incêndio

Confira mais sobre os equipamentos de epi e incêndio

Itens de segurança carregam grande importância, principalmente quando se trata do mercado de trabalho. Neste cenário, é importante abordar a implementação de EPIs (Equipamento de Proteção Individual) e de medidas contra incêndio, embora sejam equipamentos muito distintos, carregam grande importância para as edificações e atividades realizadas.

No caso do EPI, trata-se de todo produto ou dispositivo empregado para uso individual do colaborador. Sua principal funcionalidade, conforme o próprio nome indica, é proteger contra riscos que possam ameaçar a saúde e a segurança do profissional.

A aplicação deve ser efetuada quando não houver possibilidade de eliminar os riscos do ambiente em que a atividade será desenvolvida, ou seja, quando medidas em prol da proteção coletiva não foram eficientes, suficientes ou viáveis.

É interessante citar que, de acordo com a Norma Regulamentadora 6, a corporação tem a responsabilidade de disponibilizar para os empregados, de maneira gratuita, o equipamento correto ao risco, que esteja em um bom estado de conservação e operação.

Sendo assim, algo crucial principalmente para atender situações de emergência.

Naturalmente, de acordo com a atividade ou riscos presentes os tipos de equipamentos podem variar muito, afinal, as partes do corpo a serem protegidas também podem ser distintas.

Entre as opções que podem ser citadas, estão:

  • Botas;
  • Luvas;
  • Máscaras;
  • Capacetes;
  • Cintos de segurança;
  • Abafadores de ruídos;
  • Viseiras.

Além disso, é válido citar que há grande diversidade em cada elemento, justamente devido aos tipos de riscos existentes.

Por exemplo, no caso da luvas de proteção epi, há opções como de borracha, ideal contra choques e em PVC, que exerce a proteção das mão e punhos de produtos como solventes, graxa e óleos.

Já a bota de segurança, pode ser de borracha ou de couro.

A de borracha com cano longo serve para a proteção em locais úmidos, contra a ação de produtos químicos e derrapagens.

Já as de couro de cano médio visam prevenir escoriações, torções e a umidade, enquanto as de cano longo são ideais contra animais peçonhentos e as condições anteriormente citadas.

Conheça mais aspectos sobre as luvas de segurança

As luvas, conforme apresentado, são ideais para a proteção das mãos e dos braços contra diversas condições, por exemplo, produtos nocivos e choques.

Anteriormente, foram citadas as opções de borracha e PVC, porém, também há procura por luva de aço preço, que são comumente aplicadas para cortes.

Esse tipo de luva é fabricado com fios de aço inoxidável e a principal característica, além de uma grande resistência, é que não conta com qualquer tipo de costura, o que potencializa a proteção contra a penetração de lâminas e facas em geral.

Entre os setores que utilizam esse tipo de luva, é possível citar a produção de eletrônicos, indústria automobilística, metalúrgica, alimentícia e em frigoríficos.

Além disso, é indispensável que as luvas estejam em um bom estado de conservação, afinal, a abertura na estrutura ou qualquer tipo de defeito pode causar choques severos.

Por esse motivo, nessas condições, o ideal é que sejam substituídas.

Para determinadas atividades os modelos podem variar, como com reforço de raspa nos dedos, modelos com punhos longos e opções de resistências variadas.

A importância dos equipamentos contra incêndio

Além dos itens de proteção, os equipamentos contra incêndio desempenham grande importância para diversas edificações, sendo até mesmo obrigatórios em muitos casos.

Neste contexto, é importante citar que acidentes envolvendo o fogo podem resultar em danos severos e até mesmo irreversíveis.

Neste cenário, a busca por comprar extintor de incêndio é alta, porém, existem diferentes tipos de acordo com o tipo de incêndio e princípio de ação.

Para se ter uma ideia, o extintor que opera com água é recomendado para incêndios classificados como A e conta com o resfriamento, atuando em materiais como madeiras, papéis, tecidos e fibras orgânicas.

Já o extintor com gás carbônico é ideal para incêndios originados de sistemas elétricos e em materiais combustíveis.

Isso se deve ao fato de que seu princípio de operação ocorre por meio de resfriamento e abafamento.

Todos os elementos apresentados ao longo do texto contam com sua importância nos setores em que são aplicados, o que é válido observar é que devem seguir normas muito específicas.

Por essa razão, é válido sempre buscar por profissionais qualificados, tanto para a instalação, quanto para inspeções e manutenções realizadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *