Maneiras de manter seu imóvel protegido

Maneiras de manter seu imóvel protegido

Há alguns anos, dependendo da localidade, uma simples cerca de madeira era o suficiente para manter um imóvel seguro e livre de invasores. Muitas vezes, a região era tão pacata que o item servia apenas para fazer a demarcação dos limites do terreno.

Contudo, isso mudou: a situação precária da segurança pública brasileira não é novidade para ninguém. Por conta dela, até mesmo quem vive fora dos grandes centros urbanos se vê obrigado a investir em medidas de segurança patrimonial, como a cerca de arame farpado.

O objetivo é tornar imóveis mais difíceis de se invadir, e, consequentemente, menos atrativos para criminosos.

Apesar da preocupação crescente com o assunto, nem todas as pessoas conhecem as soluções disponíveis para tornar um imóvel mais seguro. Assim, é muito importante pesquisar antes de investir em qualquer artigo ou tecnologia: pode existir um que seja muito mais eficiente sem que você saiba disso.

Quer aprender mais sobre o assunto? Então continue lendo e confira alguns itens interessantes para tornar sua casa mais segura:

  1. Cercas

O fato de as cercas estarem entre os aparatos de segurança mais antigos que existem não significa que elas sejam ineficientes. Muito pelo contrário: qualquer barreira considerável para invasores é bem-vinda, já que ela pode dissuadir criminosos de seguir com a ação, fazendo com que eles procurem outro alvo.

Entretanto, para que ela exerça bem seu papel, é essencial seguir algumas dicas. Em primeiro lugar, é essencial que a tela para cerca escolhida seja de boa qualidade.

Caso ela seja adquirida de um fabricante de reputação duvidosa, as chances de que ela possa ser facilmente quebrada são grandes. Assim, sua função protetora fica severamente comprometida.

Da mesma forma, é muito importante que sua instalação seja feita por profissionais qualificados e que realmente entendam do assunto.

No caso das cercas de segurança, como as de arame farpado, isso se torna especialmente importante, já que a manipulação equivocada pode levar a ferimentos nos próprios instaladores.

  1. Portas de segurança

Engana-se quem pensa que portas são itens simples e rudimentares, que não podem ser melhorados. Com o objetivo de atender às necessidades de segurança de certos perfis de clientes, o mercado tem criado vários modelos reforçados, que são mais difíceis de arrombar. Entre eles, estão:

  • Porta blindada;

  • Porta com biometria;

  • Porta com fechadura digital;

  • Porta com token de acesso.

Além de mais pesados, alguns modelos usam modos diferenciados de se abrir e se fechar. No modelo biométrico, por exemplo, a porta só se destranca mediante à apresentação de uma das impressões digitais cadastradas para tal. Além disso, ela se tranca automaticamente quando fechada, evitando esquecimentos e brechas que podem levar a invasões.

  1. Soluções em segurança eletrônica para o seu imóvel

Por mais que uma cerca de arame, madeira ou metal seja uma medida importante para evitar invasões, ela não é a única: mais recentemente, diversas empresas têm oferecido soluções tecnológicas para tornar imóveis mais seguros.

Quando unidos às soluções de segurança perimetral (ou seja, barreiras físicas) eles fazem com que as chances de invasões caiam drasticamente.

Uma das soluções mais populares deste segmento são os alarmes monitorados. Como o próprio nome diz, trata-se de um alarme que, quando é acionado, também ativa um alerta na empresa de segurança que o administra.

Ele costuma ser usado junto com itens como câmeras de segurança e sensores de presença, que atuam de maneira integrada no monitoramento remoto do que se passa no interior do imóvel.

  1. Sistemas para smart homes

Por mais eficazes que tais soluções sejam, elas já não são consideradas de última geração no mercado de segurança: há opções mais avançadas oferecidas por este setor.

Entre elas, estão os sistemas de smart homes, que permitem o controle e o monitoramento de um imóvel de maneira simples e intuitiva, por meio de um aplicativo de smartphone.

Apesar de, normalmente, serem vistos como aparados que visam tornar as rotinas de manutenção da casa mais simples, tais sistemas também podem ajudar a torná-la mais segura.

Isto pois a aplicação permite programar o trancamento de portas e janelas, a detecção de invasões e, até mesmo, a iluminação, fazendo com que o imóvel pareça ocupado até quando está vazio. Todas estas medidas ajudam a dificultar invasões, fazendo com que os criminosos procurem outros alvos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *