3 maneiras de trazer mais organização e segurança a seu condomínio

3 maneiras de trazer mais organização e segurança a seu condomínio

Muitas pessoas optam por viver em um condominio devido à praticidade e a segurança trazidas por estes locais.

Por mais que de fato haja muitas vantagens para os moradores, administrá-los está longe de ser uma tarefa simples:

É preciso fazer a gestão da taxa paga pelos condôminos de modo eficiente, de forma a cobrir todos os custos de limpeza, manutenção e segurança do local.

Por conta disso, a maior parte deles opta por terceirizar a administração, colocando-a nas mãos de uma empresa especializada.

A boa notícia é que esta não é a única maneira de trazer mais praticidade, organização e segurança a um condomínio.

Seja ele residencial ou comercial: há outras medidas que podem ser adotadas para que todos os condôminos contem com áreas comuns seguras e em bom estado de conservação. Confira algumas delas a seguir:

Contratação de uma portaria remota

Ter um porteiro monitorando as entradas e saídas do condomínio a partir de uma guarita já foi algo de praxe em boa parte dos condomínios, tanto verticais quanto horizontais.

Porém, nos residenciais, os altos gastos com a manutenção do espaço, bem como com pessoal, fizeram com que eles repensassem esta forma de operar.

Com isso, o modelo do porteiro remoto se popularizou.

Esta solução equilibra a necessidade de monitoramento com um custo mais baixo pois, ao invés de contar com um porteiro fisicamente presente no condomínio.

Profissionais de uma empresa especializada acompanham entradas e saídas por meio de um circuito de câmeras e de interfones.

Comunicando-se tanto com visitantes quanto com moradores de uma maneira rápida e eficiente, mas sem nunca abrir mão da segurança.

Da mesma maneira, é comum que as empresas que oferecem este serviço também prestem uma consultoria completa no assunto.

Deste modo, elas podem sugerir a instalação de mais câmeras, mudanças na iluminação das áreas comuns e até mesmo mudanças no controle de entradas e saídas do espaço.

Logo, elas oferecem uma solução de segurança mais completa.

Escolha correta dos aparatos de segurança

Entretanto, a portaria, por si só, não será capaz de inibir invasões e roubos ao condomínio se os demais aparatos de segurança forem inadequados. Portanto, é sempre importante verificar o funcionamento de elementos como:

  • Alarme, se houver;

  • Câmeras de segurança;

  • Detectores de presença;

  • Botões de pânico, se houver.

 

Vale ressaltar que, quanto mais seguro um condomínio parecer, menores as chances de que ele sofra invasões.

Isso acontece devido a um efeito chamado barreira psicológica: quando um criminoso pensa que, devido às medidas de segurança, o risco de uma invasão não compensa o retorno, ele tende a procurar outro alvo.

Por conta disso, investir em barreiras do tipo, como muros, grades e cercas especiais (concertina e elétrica) é uma medida eficaz para inibir ações criminosas.

Entretanto, há um ponto muito crítico ao qual nem todos prestam atenção: o portão veicular.

Em alguns condomínios, o longo intervalo entre abertura e fechamento, bem como a baixa resistência, podem servir de janela de oportunidade para uma invasão.

Assim, ele deve ser escolhido com cuidado, e mantido sempre em bom estado. Do mesmo modo, os moradores devem ser orientados a sempre certificar-se de que ele se fechou por completo.

Normalmente, o portão de garagem basculante é o mais indicado para manter um recinto seguro.

Como ele mantém a passagem totalmente bloqueada quando fechado, além de ter um mecanismo de abertura diferenciado, ele é mais difícil de ultrapassar.

Terceirização de jardinagem e limpeza

Em empresas, a terceirização das chamadas atividades-meio é muito comum.

Afinal, a contratação de uma prestadora de serviços, ao invés de funcionários próprios, traz muitas vantagens e permite que o negócio foque em suas atividades-fins.

Porém, estabelecimentos comerciais não são os únicos a se beneficiar deste modo de trabalho: condomínios também têm muito a ganhar com ele.

As vantagens são muitas. Caso um funcionário precise faltar, por exemplo, a prestadora de serviços se ocupa de providenciar um substituto, assim, a higienização das áreas comuns não fica prejudicada.

Além disso, dependendo das condições do contrato, ela pode se responsabilizar por adquirir os produtos de limpeza necessários – e, como eles são comprados em grandes quantidades, o custo é mais baixo.

Logo, trata-se de uma opção muito interessante para serviços de manutenção em geral, não apenas jardinagem e limpeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *