Os itens da construção que são pouco falados

Os itens da construção que são pouco falados

Uma construção envolve diversos fatores, principalmente quando se leva em consideração que abrange etapas que envolvem desde o planejamento até a fase de acabamento das construções.

Neste cenário, diferentes serviços são envolvidos, como o de uma gerenciadora de obras sp, que realiza uma função indispensável de administração, visando ações como as seguintes:

  • Gestão de profissionais;
  • Previsões financeiras;
  • Cumprimento de cronograma;
  • Estudo de viabilidade.

Por esse motivo, para a construção de casas, edifícios, entre outras obras, contar com uma empresa desse setor pode ser indispensável, principalmente para atender a projetos complexos de construção.

Afinal, antes de dar início a qualquer tipo de obra, é preciso que exista um estudo de viabilidade econômica e técnica, considerando também métodos, profissionais e materiais empregados.

Ainda mais, é necessário ter consciência que a gestão também envolve comumente fatores mais abrangentes e que podem ser considerados complicados para profissionais que não são capacitados, tais como limitações geotécnicas do local, zoneamento urbano e as autorizações requisitadas para a construção.

O cronograma também é uma parte fundamental em todo esse contexto, pois é necessário que exista um entendimento claro dos itens, unindo também com os prazos previstos pelos prestadores de serviços e fornecedores. Abranger a possibilidade de intempéries também pode ser favorável para um cronograma mais realista.

O que é solo grampeado?

O solo grampeado consiste em um tipo de técnica recomendada para remediação de deslizamento, execução de estradas e túneis.

Essa técnica consiste no reforço de taludes ou contenção, para isso, são aplicados componentes chumbadores enterrados, que contribuem com o aumento da relação do solo e reforço, promovendo maior estabilidade.

Antes de projetar esse tipo de aplicação, é fundamental que sejam realizadas sondagens e também topografia de precisão. É válido citar que o método não é recomendado quando o nível de água está acima do pé de contenção ou quando o solo é coesivo.

Além disso, é preciso que exista um cálculo cauteloso da dimensão das aberturas em que os chumbadores serão colocados. Comumente, o processo tem início na escavação, que é efetuada em trechos intercalados horizontais, com profundidade em torno de 1,5 m.

Já para os chumbadores, empregam-se barras de metal, com diâmetro que pode variar de 14 a 50 mm. É fundamental que esses materiais contêm com proteção contra corrosão.

Com essa parte concluída, ocorre a perfuração e em seguida, as barras metálicas são colocadas. Posteriormente, ocorre o preenchimento das aberturas com concreto. Para finalizar, acontece a reinjeção de concreto, garantindo assim a aderência entre o grampo e o solo.

Aspectos do tratamento de água

O tratamento de água é indispensável para pessoas e pode ser efetuado para atender diferentes requisitos: higiênicos, econômicos e estéticos. O primeiro caso visa a eliminação de vírus, protozoários e redução das impurezas em excesso.

No que diz respeito a requisitos econômicos, o tratamento é efetuado em prol da redução da turbidez, manganês e corrosividade. Já nos estéticos, o tratamento visa corrigir o odor, sabor e cor.

O tratamento é efetuado de acordo com a necessidade e os processos requisitados são estabelecidos de acordo com análises e inspeções efetuadas no manancial aplicado como fonte para o abastecimento. De forma geral, um tratamento convencional conta com as seguintes etapas:

  • Coagulação e floculação: impurezas são agrupadas e os flocos são produzidos;
  • Decantação: ocorre a separação dos flocos por meio da ação da gravidade;
  • Filtração: a água é direcionada para um filtro composto de um meio poroso;
  • Desinfecção: um agente químico ou físico é aplicado para desinfectar a água.

Naturalmente, dependendo da qualidade analisada pela empresa de tratamento de água, algumas etapas podem não ser requisitadas para a potabilização e posterior distribuição da água.

Por isso que a análise profissional é indispensável em todos os casos, pois determinará o grau de complexibilidade a ser empregado em cada tipo de tratamento. Afinal, a qualidade da água é uma questão básica e crucial de saúde.

Sem dúvida alguma, não apenas no caso do tratamento de agua, como para todos os elementos citados ao longo do texto, é indispensável que para assegurar os benefícios das aplicações, exista um planejamento, execução e supervisão por profissionais qualificados e comprometidos.

Dessa forma, será possível ter um suporte sólido no serviço efetuado e consequentemente, maior confiabilidade para os usuários e contratantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *